Logo
  • Política

    Ministra do STJ arquiva inquérito contra governador Flávio Dino

    O governador do Maranhão, Flávio Dino

    A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Laurita Vaz determinou o arquivamento de um inquérito aberto pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB). Ao analisar os documentos colhidos, Laurita Vaz avaliou que não existiam indícios de irregularidades envolvendo o governador e, por isso, pediu uma manifestação da PGR, que reconheceu a necessidade de arquivamento do caso.

    A investigação envolvia suspeitas de superfaturamento na compra de combustível para abastecer helicópteros do governo, por parte da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão. A PGR havia solicitado uma prorrogação de prazo de 90 dias e o envio dos autos para a Polícia Federal para a realização de diligências, dentre elas a tomada do depoimento do governador. A ministra do STJ, entretanto, não encontrou nenhuma evidência do envolvimento de Flávio Dino em irregularidades e rejeitou o envio dos autos à PF.

    Laurita decidiu, antes de permitir o prosseguimento do inquérito, analisar os documentos do contrato de compra de combustível. “Depois de detida análise dos autos, não encontrei nenhum elemento de informação, sequer menor indício, de eventual envolvimento do Governador do Estado do Maranhão em suposta ‘ilegalidade’ na referida contratação, da qual nem mesmo participou”, apontou Laurita Vaz em seu parecer.

    O caso foi revelado pelo GLOBO. Quando a investigação veio a público, Flávio Dino acusou a PGR de perseguição política, pelo fato de ser adversário político do presidente Jair Bolsonaro.

    A ministra do STJ, após fazer essa análise, pediu que a PGR se manifestasse sobre os documentos do caso. A subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, então, reonheceu que não havia indícios contra Flávio Dino e pediu o arquivamento: “Após os esclarecimentos prestados, vê-se que a licitação está calcada em elementos razoáveis e compatíveis com o gasto que deve ser realizado com a utilização da aeronave no exercício das funções públicas para as quais foi adquirida. (…) Ante o exposto, não havendo nos autos indícios mínimos de crime praticado pelo Governador FLÁVIO DINO DE CASTRO E COSTA a justificar a continuidade de investigação criminal, o MPF requer o arquivamento do presente inquérito”.

    Após a manifestação da PGR, a ministra do STJ determinou o arquivamento. “Cumpre ressaltar que, de fato, inexistem elementos mínimos que deem suporte à continuidade do inquérito em epígrafe”, escreveu Laurita Vaz.

    De O Globo

    Obra do terminal de passageiros do aeroporto de Barreirinhas entra em fase de conclusão

    As obras do Terminal de Passageiros do aeroporto de Barreirinhas já estão em fase de conclusão. Em breve, os turistas que escolherem o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses como destino, partindo de Barreirinhas, poderão contar com o novo terminal construído pelo Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra).

    A estrutura dispõe de espaço para embarque, desembarque, banheiros no primeiro e segundo pavimento, incluindo instalações próprias para pessoas com deficiência física, saguão, área de exposição, lojas e um anexo para área administrativa. A capacidade de pouso e decolagem permite aeronaves do modelo A319 com capacidade média de 120 passageiros. Já o terminal, terá capacidade para atender 300 pessoas por dia.

    Para o empresário Renato Couto, o novo terminal irá reduzir o tempo de deslocamento, dará maior segurança e assegurará maior conforto para quem precisa viajar até a cidade. “Com o novo terminal e, posteriormente, o início das atividades do aeroporto, nós teremos maior rapidez na viagem e com muito mais conforto. Ao irmos de carro, perdemos muito tempo para chegar até o destino, entre três e quatro horas de deslocamento. É muito tempo. De avião você aproveita mais o tempo na cidade e visitando as belezas naturais dos Lençóis”, ressaltou.

    Para o secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Clayton Noleto, o novo terminal possibilitará o desenvolvimento da cidade através do incremento do turismo e, por consequência, crescimento da economia local de forma direta e indireta. “A construção do terminal de passageiros do aeroporto de Barreirinhas impacta diretamente no crescimento do turismo. Agora, as pessoas terão mais opções de chegada à cidade, podendo ser por via terrestre, marítima e aérea. Com a obra, possibilitando um maior número de turistas, aumenta também a geração de emprego e renda no município, eleva o comércio local e garante o desenvolvimento da região”, afirmou.

    A obra conta com investimento de R$ 9 milhões, executada com recursos federais e do Governo do Maranhão e será entregue em setembro deste ano

     

    Polícia e Ministério Público fazem busca e apreensão na casa de Marcelo Crivella

    Equipes da Polícia Civil e do Ministério Público estiveram na casa do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), na manhã desta quinta-feira (10). Os investigadores cumpriram mandado de busca e apreensão em operação que mira uma esquema de corrupção na administração municipal.

    Mauro Macedo, tesoureiro da campanha eleitoral de Crivella, e o ex-senador Eduardo Bendito Lopes, que também participou da campanha na tentativa de se reeleger, também são alvos da operação. Foram ainda registradas a presença de agentes na prefeitura. Ao todo, 22 mandados foram cumpridos em diferentes locais da capital fluminense, autorizados pela Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio.

    Segundo a Globonews, a operação desta quinta está relacionada com outra, a operação Hades, realizada no início do ano, que aponta para uma organização criminosa na prefeitura do Rio, o chamado “QG da propina”. Na época, investigadores também indicaram o envolvimento da RioTur no esquema.

    Da Revista Fórum

    César Nascimento reúne a família e faz live neste domingo em homenagem aos 408 anos de sua Ilha Magnética

    Com participações especiais de Ikaro e Renata Gaspar, companheiros dos palcos da Vida, César Nascimento reúne a família em show Live neste domingo em homenagem ao aniversário de São Luís

    Com 13 discos lançados e com novos projetos em andamento, César compartilhará com o público canções maranhenses como ‘Catirina e o Mar’,  ‘Toc-Toc’, ‘O Radinho’,  e a conhecida ‘Ilha Magnética’, além de outras composições. A apresentação acontecerá, na casa do artista,  na companhia de sua companheira e cantora Renata Gaspar e do filho músico e produtor musical Ikaro,  além dos músicos Santiago Batera, nas percussão e Bruno Guimarães, na flauta e sax soprano.

    “Estou preparando o show São Luís 408 Anos como uma forma de traduzir o meu amor por São Luís. Espero que todos gostem e se emocionem, como já estou me emocionando nos ensaios.”, comentou César Nascimento.

    Texto Divulgação

    A melhor parte do discurso de Caetano contra o liberalismo foi a reação desacorçoada de Pedro Bial. Por Kiko Nogueira

    Caetano no “Conversa com Bial”

     DCM

    Melhor que o libelo de Caetano Veloso sobre o liberalismo e sua descoberta, aos 78 anos, como socialista, foi a reação de Pedro Bial ao ouvir isso.

    Aconteceu no programa de sexta, dia 4.

    Enquanto Caetano se declarava livre de seu passado “liberalóide”, o entrevistador o ouvia visivelmente incomodado, como se testemunhasse a traição de um companheiro.

    “Vou ser mil por cento sincero com você. Quando ouço pessoas como você e outras dizendo: ‘o comunismo e o nazismo são igualmente horríveis, são autoritarismo’…”, começou o baiano.

    “Essa equalização das experiências socialistas com o nazismo eu não engulo mais. Não gosto mais. ‘A extrema esquerda é igual à extrema direita’… Não acho mais. Não consigo”.

    Bial, num passado remoto e esquecido, foi repórter.

    Há muito tempo abandonou o jornalismo para apresentar o lixo “Big Brother” e ganhar dinheiro com propaganda, algo que não lhe era permitido na profissão anterior.

    Artista medíocre, arriscava seus versos no BBB e tentou dirigir documentários — todos fracassados.

    Atacou Petra Costa de maneira estúpida e ressentida.

    A narração dela de “Democracia em Vertigem” era “miada, insuportável”, falou.

    É membro do Instituto Millenium, um think tank liberal — na verdade, um clube de suingue sem sexo de homens brancos e velhos.

    Ele consta como membro da “Câmara de Fundadores e Curadores”.

    Tratou Olavo de Carvalho com toda a deferência quando o entrevistou nos EUA e recebeu muito carinho de volta.

    Olavo sabe reconhecer um dos seus.

    Maia rompe com Guedes e indica que agora quer derrubá-lo

    247 – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), rompeu de vez com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e indicou que tentará derrubá-lo. “Foi encerrada a interlocução”, afirmou Maia nesta quinta-feira (3). Não está claro ainda se ele tentará assumir o controle da área econômica do governo Bolsonaro.

    Maia afirmou também que passará a negociar com o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Ele afirmou que Guedes proibiu o diálogo do parlamentar com os secretários da área econômica.

    “Eu não tenho conversado com o ministro Paulo Guedes, ele tem proibido a equipe econômica de conversar comigo. Ontem, a gente tinha um almoço com o Esteves e com o secretário do Tesouro para tratar do Plano Mansueto, e os secretários foram proibidos de ir à reunião”, afirmou o presidente da Câmara em entrevista à GloboNews.

    “Então, decidi que a relação da presidência da Câmara será com o ministro Ramos, e o ministro Ramos conversa com a equipe econômica, para não criar constrangimento mais para ninguém. Mas isso não vai atrapalhar os nossos trabalhos, de forma nenhuma”, acrescentou.

    Questionado, então, se está encerrada a interlocução com Guedes, Maia respondeu: “Foi encerrada a interlocução”.

    Com a sua narrativa ultraneoliberal perdendo força, Guedes vê dois membros do primeiro escalão do governo ganharem mais poder. Além de Luiz Eduardo Ramos, o ministro da Casa Civil, Walter Souza Braga Netto, tem ficado mais próximo de Bolsonaro.

    Uma das principais divergências de Guedes com Bolsonaro foi a sugestão de um pagamento que gira em torno de R$ 250 para os beneficiários do programa Renda Brasil, ainda não implementado. Bolsonaro estaria querendo algo próximo dos R$ 300, para deixar um valor mais distante dos R$ 190 pagos, em média, por família no programa Bolsa Família, uma das principais marcas dos governos do PT.

    Guedes, no entanto, pretende cortar dinheiro de outros setores para alavancar o programa, medida que pode aprofundar ainda mais a precariedade de serviços públicos, que já sofrem os efeitos da PEC do Teto dos Gastos.

     

    Zeca Baleiro faz concerto em homenagem a São Luís

    Zeca Baleiro, que lançou recentemente os álbuns “O Amor No Caos” e “Canções d’Além-mar”, deve brindar o público com algumas novidades, além de rebobinar canções de seu repertório afetivo e do cancioneiro maranhense.

    Para comemorar o aniversário de São Luís, Zeca Baleiro prepara uma live especial, com uma formação de voz e violões. Numa reedição do show “Concerto”, espetáculo em formato de recital que apresentou em meados de 2010 e foi editado em CD, Zeca Baleiro será acompanhado de dois músicos: Swami Jr., violonista de formação mais clássica e emepebista, e Tuco Marcondes, músico de pegada mais rock’n’roll, que integra sua banda e participou de quase todas as suas turnês.

    O repertório incluirá releituras de cantautores maranhenses como Joãozinho Ribeiro, Josias Sobrinho, Chico Maranhão e Cesar Teixeira, além de canções já consagradas pelo público como “Telegrama” (ZB) e“Quase Nada” (ZB e Alice Ruiz), e de seu novo álbum, como “Sete Vidas”, “Por Minha Rua” e “Eu Chamo de Coragem”. “O resto é surpresa”, se diverte Baleiro.

    Bolsonaro diz que gostaria de “matar” ONGs da Amazônia e “desenvolver” região com dinheiro estrangeiro

    O presidente Jair Bolsonaro defendeu a política ambiental de seu governo durante live presidencial realizada nesta quinta-feira (3) e criticou duramente Organizações Não Governamentais. O ex-capitão ainda falou que o aumento de terras indígenas e quilombolas prejudicaria o agronegócio.

    “Vocês sabem que ONG não tem vez comigo, né? Boto pra quebrar com esse pessoal lá. Não consigo matar esse câncer chamado ONG”, disse Bolsonaro ao comentar sobre um programa lançado pelo Ministério do Meio Ambiente que prevê a adoção de parques por empresas com investimentos de 10 euros por hectare.

    Bolsonaro ainda afirmou que cogita “desenvolver” a Amazônia com investimento estrangeiro, reforçando a polêmica declaração que aparece em documentário sobre o Fórum Econômico Mundial, de Davos. “Se tivermos que desenvolver a Amazônia com capital externo, virá de países que tem compromisso com a democracia e a liberdade. E quem vai decidir sou eu”, afirmou.

    O presidente voltou a afirmar que sofreu pressão durante a Assembleia Geral das Nações Unidas para aumentar as áreas de reservas ambientais e atacou indígenas e quilombolas. “Na ONU queriam que os territórios indígenas passassem de 14% para 20%. Já imaginou? Mais reservas? Mais quilombolas? Mais APAs? Aumentando os parques nacionais? O Brasil não aguenta, acaba com o agronegócio. Somos o país que mais preserva o meio ambiente”, declarou.

    Ele ainda minimizou as queimadas. “Muitas vezes o proprietário está fazendo uma fogueira de São João e vai para o satélite como foco de incêndio”, disse.

    Mandetta

    Em outro momento da live, o ex-capitão ainda insinuou que o ex-ministro Henrique Mandetta estaria envolvido em suposto esquema de superfaturamento de respiradores. “Vocês lembram de um ministro nosso que virou marketeiro da Globo, o Mandetta? O que ele falava? Fica em casa e, quando faltar ar, você vai pro hospital pra ser entubado. Para ser entubado precisa de que? Respirador. Então ‘vamos comprar rapidinho’ respirador pagando R$ 200 mil no que custa R$ 30 mil”, afirmou.

    Da Revista Fórum

     

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo