Logo
  • Notícias

    Solitária, Roseana some novamente

    Isolada, Roseana Sarney teme enfrentar Flávio Dino

    Quem pensou que, após a caravana, Roseana Sarney fosse voltar a se movimentar mais nos bastidores da política se enganou. A menos de sete meses para as eleições, o fracasso dos seus atos pelo interior parecem ter combalido, ainda mais, a já malfadada candidatura da filha de José Sarney ao governo do Maranhão.

    Depois de passar 10 dias visitando mais de 30 municípios do estado em reuniões sem apoio popular e com públicos vergonhosos para quem já governou o estado por 14 anos, Roseana Sarney sentou, novamente, no sofá da sua casa à espera de um milagre. Neste meio tempo, de quase duas semanas do fim da sua caravana, não se tem notícia de uma reunião sequer da ex-governadora com lideranças políticas.

    Isolada até mesmo durante os seus atos, Roseana se vê em uma situação completamente adversa para as eleições de outubro. Além de ter como adversário um governador que está com índices de popularidade elevados, ela ainda vê um concorrente com ampla coalizão partidária. A filha de José Sarney sabe que essa combinação é praticamente invencível.

    Sozinha e desestimulada, Roseana se isola cada vez mais e transparece que a derrota em outubro é inevitável.

    Deu no D.O.

    Na semana do Sábado de Aleluia, a coluna Deu no D.O., publicada pelo blog, com os contratos dos nossos santificados gestores públicos, traz o custo de alguns banquetes a Momo. Na Via-Crúcis as prefeituras de Coroatá, Pinheiro, Alto Alegre do Pindaré, Monção, Cururupu, Santa Helena, Grajaú, Maracaçumé e Governador Eugênio de Barros. Mas, na sexta, foi Jesus quem morreu crucificado…

    A vida é uma festa I – O reinado de Momo em Coroatá fez balançar as contas públicas e alimentou o bucho de bandas descartáveis em seus estados de origem. A folia saiu por animados R$ 644.500,00 referentes ao contrato com a Edmar Nascimento Rios – EPP para organizar a folia.

    A vida é uma festa II – Já em Pinheiro a alegria dos produtores foi maior, seja pela repetição da velha fórmula de contratar bandas de qualidade duvidosa a preços teoricamente exorbitantes, seja pelo contrato de R$ 1.490.000,00 faturado pela Garcia Produções e Eventos Eireli-ME a título de comandar a festa.

    A vida é uma festa III – Em Alto Alegre do Pindaré o investimento no carnaval foi mais modesto e o contribuinte desembolsou R$ 380.229,00 pela contratação da I A Ribeiro – Organizações e Publicidade – ME, responsável pela realização do festejo.

    A Vida é uma festa IV – Teoricamente contratada para produzir eventos festivos no município de Monção, a Leomar da Silva Pereira e Cia Ltda – ME deve brincar o carnaval o ano todo com o R$ 1.350.976,00 que faturou. Não faltarão motivos para a alegria.

    A vida é uma festa V – Onde também deve ter festa o ano todo é em Cururupu. É carnaval, é lava prato, lava xícara, lava pires, e se brincar lava jato, depois que a prefeitura contratou a Kavasaki Promoções e Eventos Eireli – ME para realizar as festividades do município por R$ 1.104.200,00.

    A vida é uma festa VI – Não se trata do milagre da multiplicação dos pães, mas a prefeitura de Santa Helena engordou o Rei Momo e a J.J. do Carmo Produções – ME com R$ 600.000,00 em folia de um carnaval sem a cara do Maranhão.

    Só muito gesso – Enquanto isso, Grajaú só perde para Hollywood depois que contratou a Premier Vídeo Comunicação LTDA – ME para “prestar serviços técnicos de comunicação audiovisual” pelo cachê de R$ 306.900,00. Resta saber se serão produzidos vídeos ou placas informativas para orientar e evitar que a população se perca entre os corredores dos prédios públicos.   

    Vassoura mecanizada I – Mas quem encontrou o pote no final do arco-íris em Maracaçumé foi a L. A. Meireles Gomes Empreendimentos e Construções, que arrematou dois contratos somados em R$ 3.300.634,00. O primeiro foi de R$ 1.806.724,00 pela locação de veículos de pequeno e médio porte e máquinas pesadas.

    Vassoura mecanizada II – O segundo contrato faturado pela Meireles Gomes também não é de se jogar fora. Pelos serviços de coleta e transporte de lixo, varrição, capina e pintura de meio fio e sarjeta ela vai recolher R$ 1.493.910,00.

    Na rede I – O município de Governador Eugênio Barros resolveu entrar de vez na era digital e se comunicar com o mundo. Somente para quatro secretarias, a prefeitura adquiriu R$ 1.738.913,50 em material de informática, acompanhado da garantia de manutenção, através de pregão presencial vencido de cabo a rabo pela D C Pavão Comércio e Serviços de Informática – ME.

    Na rede II – O milhar foi dividido em quatro lotes. R$ 463.512,00 foram para Saúde; R$ 485.513,00 para Educação; R$ 325.826,00 para Administração; e R$ 464.062,00 para a secretaria de Desenvolvimento Social. Agora só resta computar a entrega do material e ver se bate com a grana investida.

    Após assumir candidatura, Temer procura conselhos de Sarney

    Por Andréia Sadi – O presidente Michel Temer procurou o ex-presidente José Sarney para discutir o cenário político no ano de eleições, além de temas relacionados ao Judiciário. Eles se encontraram neste sábado (24).

    Sarney é um dos principais conselheiros do presidente Temer. Auxiliares do presidente afirmam que o presidente também quer conversar sobre sua candidatura à Presidência, após ter assumido publicamente nesta semana que avalia a possibilidade.

    Em uma das últimas vezes em que conversaram, no começo de março, Temer e Sarney discutiram o cenário eleitoral envolvendo candidatos do MDB, além da quebra do sigilo bancário do presidente no inquérito dos portos.

    Segundo assessores presidenciais, Temer e Sarney aproveitaram a conversa naquela ocasião, no Palácio do Planalto, para comentar o discurso do presidente Temer durante um evento em Brasília.

    O ex-presidente José Sarney elogiou o trecho em que o presidente falou sobre “garantias individuais” e disse que a violação de um direito individual só pode surgir “se houver elementos robustos, suficientes, fortes, quase exaustivos”.

    Auxiliares de Temer afirmam que esse trecho do discurso foi “endereçado” ao ministro Luís Roberto Barroso, que autorizou a quebra de sigilo de Temer no inquérito dos portos.

    Em apoio à ‘Via Sacra’, Prefeitura de São Luís destina pacote de serviços ao bairro Anjo da Guarda

    O maior espetáculo a céu aberto do Maranhão, a ‘Via Sacra’ será encenada nos dias 29 e 30 deste mês nas ruas e avenidas do Anjo da Guarda. Apoiadora da montagem teatral que emociona anualmente milhares de pessoas, a Prefeitura de São Luís mobiliza estrutura de serviços municipais que garantem que o cenário do bairro esteja preparado para encantar mais uma vez o público com a história da paixão e morte de Jesus Cristo.

    Uma das ações da Prefeitura é a instalação de 70 projetores durante o percurso que os atores e o público farão durante as encenações. O reforço da iluminação com as luzes especiais garante ao cortejo mais beleza e vida ao espetáculo, ajudando no direcionando das experiências e sensações do público.

    Outros serviços de infraestrutura também estão sendo executados no Anjo da Guarda para oferecer toda a adequação necessária ao ambiente em que público apreciará o espetáculo, como limpeza, capina, roçagem, poda de árvores e manutenção do sistema de drenagem. Alguns dos trechos que estão recebendo a intervenção são as avenidas dos Portugueses e Moçambique e outras vias que estão no percurso da ‘Via Sacra’, como a Rua Dinamarca.

    “Esses serviços de manutenção são realizados continuamente na região, mas para a ‘Via Sacra’ intensificamos nossas atividades a fim de garantir que as vias estejam adequadas para a realização do espetáculo, que conta anualmente com esse apoio do poder público municipal. É orientação do prefeito Edivaldo o total apoio e atenção à ‘Via Sacra’, especialmente, ao público”, destaca secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo.

    LOGÍSTICA

    Para também dar mais segurança e comodidade, a força-tarefa da Prefeitura de São Luís de apoio à realização da Via Sacra inclui também a organização do trânsito com a ação da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). Além de interdições em trechos específicos da área Itaqui-Bacanga, a operação inclui a presença de agentes de trânsito e viaturas de apoio, que atuarão de forma itinerante por todo o circuito, a fim de garantir o disciplinamento do trânsito durante o espetáculo.

    As ações de intervenção e disciplinamento de trânsito ocorrerão nas principais ruas e avenidas do Anjo da Guarda. A intervenção terá início às 15h dos dias 29 e 30 e se estenderá até às 23h, na Praça Recanto da Paixão, Teatro, Viva Anjo da Guarda e Praça do Anjo.

    A operação da área será realizada diariamente por 30 agentes de trânsito, três motocicletas e cinco viaturas de apoio que atuarão de forma itinerante em todo o circuito interditado. A primeira interdição ocorrerá no cruzamento da Avenida Paquistão com a Avenida Dinamarca. A partir deste ponto, toda a Avenida Dinamarca e as transversais que dão acesso a essa avenida serão interditadas até a Avenida Odylo Costa, filho.

    O trecho interditado continuará pela Avenida Odylo Costa, filho, passando pela Praça do Anjo, Avenida Vaticano, até a entrada do bairro do Anjo da Guarda. A última interdição ocorrerá na Avenida Palestina até a Praça da Ressurreição.

    Os ônibus e veículos que trafegam nestes itinerários que serão interditados, no sentido bairro, deverão desviar pela Avenida Paquistão, seguir pela Avenida Colômbia e Avenida Grécia até a Avenida Odilon Costa Filho, seguindo itinerário normal. No sentido Centro, os motoristas deverão fazer o percurso inverso.

    A SMTT pede a compreensão dos condutores para que evitem transitar nas respectivas ruas e avenidas a fim de evitar transtornos e, consequentemente, maiores complicações. Obedecer às interdições, a sinalização e as ordens do agente são algumas práticas que geram fluidez ao trânsito e segurança.

    Dando suporte na segurança do público, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), disponibilizará um contingente de 40 guardas municipais, distribuídos em 10 viaturas. A gestão municipal também instalará banheiros químicos na região para da maior comodidade para quem vai assistir ao espetáculo.

    CAPACITAÇÃO

    Para que o evento também esteja apto a receber o grande público durante o espetáculo, a Prefeitura também está capacitando cerca de 100 pessoas com o curso ‘Qualidade no Atendimento para Recepcionistas’, realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), no Teatro Itapicuraíba, no Anjo da Guarda.

    Na capacitação os participantes do curso aprenderão mais sobre a conduta, o modo de vestir, falar e de repassar as informações sobre o evento, tudo isso pensado para tornar ainda mais profissional o atendimento ao público presente.

    “Esse evento soma ao turismo da nossa cidade, sendo mais um programa para se fazer em São Luís. Levar a capacitação para os profissionais que o fazem beneficia tanto a Prefeitura, por prestar serviços à comunidade, quanto para a ‘Via Sacra’. Sai todo mundo ganhando”, conta a secretária de Turismo Socorro Araújo.

    SAIBA MAIS

    O grupo Grita, responsável pela organização da ‘Via Sacra’, foi fundado em 1972, quando um grupo de estudantes do Centro Educacional do Maranhão (Cema), resolveu se reunir para dar continuidade às atividades teatrais desenvolvidas na escola, atuando desde 1977 na comunidade Itaqui-Bacanga, e lá se incorporou à dinâmica da comunidade, por meio do Centro Comunitário Católico, fazendo teatro popular. O espetáculo ‘Via Sacra’, foi concebido em 1981, com o propósito de traduzir o sentimento libertário da Paixão de Cristo, na movimentação em torno da emancipação da própria comunidade. Este ano o evento chega a sua 37ª edição.

    Manuela: Queremos a esquerda unida no 2º turno com um projeto nacional


    A pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela D’Ávila, esteve na manhã desta sexta-feira (23), em São Paulo, onde participou da abertura do seminário “Desafios para a Retomada do Desenvolvimento Nacional”, promovido pela Fundação Maurício Grabois.

    Por Dayane Santos

    Manuela, que também é deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, destacou a importância do evento para a formulação de um projeto nacional de desenvolvimento que garanta saídas para a crise que o país enfrenta.

    “A nossa ideia, e por isso nós nos organizamos assim, é aproveitar a contribuição de todos para que ao final tenhamos elementos para o nosso programa de governo”, afirmou a pré-candidata comunista no evento que contou com a presença do presidente da Fundação Maurício Grabois, Renato Rabelo; a professora de economia da UEM, Eliane Araújuo, embaixador Samuel Pinheiro Guimarães e do economista Frederico Mazzucchelli, entre outros.

    Para Manuela, país está “numa encruzilhada”: “Ou aprofunda o caminho de um projeto ultraliberal e antinacional ou retoma a rota de uma projeto de construção nacional e de desenvolvimento”.

    “Nosso esforço é fazer com que as eleições de 2018 consiga responder a dois temas centrais. De um lado, o esforço que nós e um conjunto de partidos temos feito para que existam eleições é o espaço mais privilegiado que temos para apresentar um projeto para enfrentar a crise que o Brasil vive”, enfatizou.

    Ela destacou ainda que não há caminho para superar as profundas desigualdades do Brasil, sem a promoção do emprego e que as riquezas sejam destinadas ao fortalecimento da soberania e do Estado nacional.

    Manuela citou o manifesto lançado em fevereiro, intitulado “Unidade para Reconstruir o Brasil”, assinado pelas cinco fundações vinculadas ao PCdoB, PT, PDT, PSB e Psol.

    “Destacamos a necessidade de estruturar um projeto nacional de desenvolvimento e essa tem sido a missão. Fizemos em conjunto com os partidos do nosso campo, para que esse projeto de desenvolvimento nacional não fosse uma ideia apresentada apenas pelo nosso partido, mas sim com os partidos que tem compromisso com algumas ideias centrais”, frisou Manuela, destacando ainda a importância da unidade das forças progressistas.

    “A unidade das forças progressistas e da esquerda não se constroem e não se construírão no abstrato. A convergência deve se dar através de aproximações de esforço e de busca do entendimento mútuo, criando pontes sem vetos pré-estabelecidos. O debate que realizamos hoje tem relação com isso, a forma como nós encontramos também para trilhar esse caminho”, salientou.

    Ela disse ainda que a sua pré-candidatura também busca contribuir para que as forças progressistas estejam no segundo turno da disputa eleitoral. “Representadas por um programa avançado, materializado e orientado de um novo projeto nacional de desenvolvimento”, destacou.

    “Essa é a missão que colocamos com a nossa pré-candidatura, fazer que o debate que nos aproxima e nos separa, seja a ideia de que o Brasil merece ter um caminho próprio e construir seu projeto nacional de desenvolvimento. O nosso povo, as nossas mulheres, os nossos jovens, as negras e os negros, só viverão com dignidade se nós garantirmos que o Brasil ocupe seu lugar no mundo de forma soberana e com a consolidação real do Estado nacional”, concluiu.

    Unidade

    Frederico Mazzucchelli, economista e um dos debatedores, disse que considera a pré-candidatura de Manuela como “um momento de frescor e vida a quadra política brasileira”.

    “Acho que é muito importante ter uma pessoas com os seus atributos, com a sua qualidade, inteligência e vitalidade. Uma mulher com uma filha de 2 anos e está concluindo a tese de mestrado. Vejo com enorme simpatia e entusiasmo essa candidatura”, disse o palestrante.

    Frederico disse ainda que fica ainda mais entusiasmado com se fala em unidade da esquerda. “Isso é fundamental hoje porque assistimos uma avanço da direita. Vivemos um momento de horror em vário sentidos: o horror politico, o horror social que se manifesta em uma quase sociopatia que se manifesta com o avanço da intolerância e da percepção primárias dos fenômenos, dos julgamentos fáceis, das oposições simplistas e do embrutecimento das mentes”, analisou.

    Do Portal Vermelho

    Morre o ex-prefeito Ezíquio Barros Filho

    Faleceu na tarde desta sexta-feira (23), aos 84 anos, o médico, ex-vereador, presidente da Câmara Municipal, vice-prefeito e prefeito de Caxias (MA), Ezíquio Barros Filho. Doutor Ezíquio enfrentava problemas de coração havia alguns anos, tendo sofrido um infarto há cerca de dois meses, mas vinha se recuperando relativamente bem.

    O corpo do ex-prefeito Ezíquio Barros Filho está sendo velado na Câmara Municipal de Caxias e vai ser sepultado neste sábado (24), às 16h, no cemitério dos Remédios.

    Ezíquio Barros Filho

    Ezíquio Barros Filho nasceu em Caxias, em 11 de fevereiro de 1934, era político, formado em Medicina pela UFMA – Universidade Federal do Maranhão nos anos 60. Foi eleito Presidente do Diretório Estudantil – DCE da UFMA, filiou-se ao PCdoB e lutou bravamente contra o regime militar ao lado da médica Maria Aragão, em São Luís – MA.

    Ao concluir a faculdade de Medicina, retornou para sua cidade natal Caxias (no interior do Maranhão) engajando-se na política local. Ao lado de fortes lideranças caxienses, iniciou oposição ao ‘Vitorinismo’ de Vitorino Freire. Em 1983, foi eleito vereador, chegando à Presidência da Câmara Municipal, exercendo o cargo até 1988. Em 1990, foi candidato ao cargo de Deputado Estadual na região dos Cocais. Em 1992, foi eleito vice-prefeito. Em 1996, foi eleito prefeito de Caxias pelo PSC, assumindo a frente da Prefeitura de Caxias em 1 de janeiro de 1997.

    Apoio à Cultura

    Ezíquio Barros foi um prefeito que muito apoiou a cultura em Caxias. O governo dele deu total apoio para a fundação da Academia Caxiense de Letras e ajudou a bancar as pesquisas arqueológicas das ruínas da Balaiada, que deram origem ao Memorial da Balaiada. Foi no governo de Doutor Ezíquio que Caxias ganhou a estátua do poeta Gonçalves Dias, em tamanho natural, exposta na praça que leva o nome do poeta, no centro da cidade.

    Filhos e netos

    Ezíquio Barros Filho deixa quatro filhos (Eziracy, Ezianne, Ezíquio Neto e Ezikelly) e três netos (Valéria, Mariana e José Benício).

    Portal Sinal Verde

    Governo amplia em 12% o número de médicos no Maranhão

     

    O Governo do Estado ampliou em 12% o número de médicos no Maranhão. O estado subiu de 5.396 médicos, em 2013, para 6.096, em 2017. Neste quesito, o Maranhão supera os estados do Rio de Janeiro (-4%), Piauí (3%), Rio Grande do Sul (5%), São Paulo (7%), Pernambuco (8%), Alagoas (8%), Bahia (9%), Acre (9%), Paraná (9%), Minas Gerais (9%), Distrito Federal (10%) e Pará (11%). Os dados são do Conselho Federal de Medicina (CFM)

    O Maranhão também avançou na taxa de crescimento de distribuição de médicos para cada mil habitantes, entre os anos de 2013 a 2017, e está à frente de estados das regiões de Centro-Oeste, Sudeste, Nordeste e Norte.

    O índice representa um aumento do número de profissionais de 0,7 para cada mil habitantes em 2014, para 0,87 para o mesmo quantitativo de habitantes em 2017. A pesquisa aponta que o Maranhão manteve o crescimento, superando os estados do Rio de Janeiro, Distrito Federal, Amapá, Pará, Amazonas, Roraima, Acre e, na região Nordeste, o Piauí.

    Os números são reflexos da política de assistência em saúde implantada pelo Governo do Estado. “As medidas para elevar o número de médicos no Maranhão é uma das prioridades da gestão do governador Flávio Dino. Além dos incentivos focados nas residências médicas, concurso público e atendimento da população, inclusive dos 30 municípios do Plano Mais IDH, estamos transformando a saúde do Maranhão e possibilitando uma mudança real na vida das pessoas”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

    Uma das medidas foi a criação da Força Estadual de Saúde (Fesma), estratégia do Governo do Maranhão para superação da extrema pobreza e que leva assistência médica a população dos 30 municípios pertencentes ao Plano Mais IDH, com foco na redução da mortalidade infantil e materna, prevenção e tratamento de diabetes e hanseníase.

    Outra medida foi a instituição de bolsas complementares ao Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab), do Ministério da Saúde, com foco na criação de mais vagas de médicos, enfermeiros e dentistas no Maranhão, priorizando as regiões mais carentes.

    O Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provan) tem o objetivo de valorizar e estimular os profissionais de nível superior a comporem as equipes multiprofissionais da Atenção Básica, em especial da Estratégia de Saúde da Família nos municípios com maior percentual de pobreza, em áreas remotas e de difícil acesso. As bolsas do Provab no Maranhão permitiram o incremento de 177 vagas, entre 2015 e 2017, contemplando o total de 778 médicos no estado.

    Concurso da saúde

    Recentemente, foi realizado concurso da saúde com vagas para o quadro efetivo a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de mais de 45 unidades de saúde na capital e no interior do estado. Depois de 25 anos sem a realização deste tipo de certame, o Governo amplia de forma democrática a concorrência por vaga de efetivação estadual, com a disponibilização de 60 vagas na área médica.

    Incentivo a formação médica

    Incentivar a formação especializada dos médicos garantindo mais suporte para a Residência Médica. Esse é o objetivo da Lei nº 354, que cria a Bolsa Residente e a Bolsa Preceptor beneficiando profissionais da área de Saúde no Maranhão. A lei prevê, ainda, a capacitação para atuação no Sistema Único de Saúde (SUS). Os contemplados recebem apoio financeiro por meio do sistema de bolsas de estudo. A norma foi sancionada pelo governador Flávio Dino e está em vigor.

    Programa Mais Médicos

    Segundo o Ministério da Saúde, mais de 700 profissionais de saúde do Programa Mais Médicos atuam no Maranhão. A presença destes profissionais amplia o acesso da população a atenção básica na construção de uma política pública de saúde exitosa.

    Medicina na UemaSul

    Em fevereiro deste ano, durante posse da reitora e do vice-reitor da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UemaSul) para o quadriênio 2018-2021, o governador Flávio Dino anunciou a criação do curso de Medicina na instituição. O projeto será enviado para a Assembleia Legislativa.

    Campus de Pinheiro

    Em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (Ufma), o Governo do Estado fortaleceu o curso de Medicina, no campus do município de Pinheiro, com investimentos que deverão garantir melhorias tanto para Medicina quanto para os demais cursos do campus.

    O Governo do Estado assumiu o compromisso da construção de uma biblioteca que atenda todos os sete cursos e com o apoio de emenda do deputado federal Waldir Maranhão deverão ser adquiridos os livros; parceria para a reforma das Unidades Básicas de Saúde, que servirão para atender os alunos do curso de Medicina; e a oferta de bolsa, através da Fapema, aos professores orientadores dos alunos e também para os professores que irão ministrar as aulas.

    Cada deputado custa R$ 2 milhões por ano

     

    Salário de R$ 33.763, auxílio-moradia de R$ 4.253 ou apartamento de graça para morar, verba de R$ 101,9 mil para contratar até 25 funcionários, de R$ 30.788,66 a R$ 45.612,53 por mês para gastar com alimentação, aluguel de veículo e escritório, divulgação do mandato, entre outras despesas. Dois salários no primeiro e no último mês da legislatura como ajuda de custo, ressarcimento de gastos com médicos.

    Esses são os principais benefícios a que um deputado federal brasileiro tem direito. Entre salários e outras benesses atreladas ao mandato, cada um deles custa ao contribuinte R$ 2,14 milhões por ano, ou R$ 179 mil por mês. Somadas as despesas com todos os 513 integrantes da Câmara, as despesas chegam a R$ 91,8 milhões todo mês. Ou R$ 1,1 bilhão por ano.

    Os dados são de levantamento do Congresso em Foco com base nos valores atualizados dos benefícios dos parlamentares na Câmara (veja a lista abaixo).

    Veja a tabela de benefícios (atualizada em março de 2018):

    Carros oficiais. São 11 carros para uso dos seguintes deputados: o presidente da Câmara; os outros 6 integrantes da Mesa (vice e secretários, mas não os suplentes); o procurador parlamentar; a procuradora da Mulher; o ouvidor da Casa; e o presidente do Conselho de Ética.

    OBSERVAÇÕES

    (1) Ajuda de custo. O 14º e o 15º salários foram extintos em 2013, restando apenas a ajuda de custo. O valor remanescente se refere à média anual do valor dessa ajuda de custo, que é paga apenas duas vezes em 4 anos.

    (2) Cotão. Valor se refere à média dos 513 deputados, consideradas as diferenças entre estados. A média não computa adicional de R$ 1.353,04 devido a líderes e vice-líderes partidários. O Cotão inclui passagens aéreas, fretamento de aeronaves, alimentação do parlamentar, cota postal e telefônica, combustíveis e lubrificantes, consultorias, divulgação do mandato, aluguel e demais despesas de escritórios políticos, assinatura de publicações e serviços de TV e internet, contratação de serviços de segurança. O telefone dos imóveis funcionais está fora do cotão: é de uso livre, sem franquia. O cotão varia, de estado para estado, de R$ 30,7 mil a R$ 45,6 mil, conforme a relação abaixo (valores em R$):

    UNIDADE DA FEDERAÇÃO VALOR DA COTA (R$)
    AC 44.632,46
    AL 40.944,10
    AM 43.570,12
    AP 43.374,78
    BA 39.010,85
    CE 42.451,77
    DF 30.788,66
    ES 37.423,91
    GO 35.507,06
    MA 42.151,69
    MG 36.092,71
    MS 40.542,84
    MT 39.428,03
    PA 42.227,45
    PB 42.032,56
    PE 41.676,80
    PI 40.971,77
    PR 38.871,86
    RJ 35.759,97
    RN 42.731,99
    RO 43.672,49
    RR 45.612,53
    RS 40.875,90
    SC 39.877,78
    SE 40.139,26
    SP 37.043,53
    TO 39.503,61

    (3) Auxílio-moradia. O valor indicado representa a média de gastos de acordo com o uso do benefício em cada época. Atualmente, o valor é de R$ 4.253,00. Mas só quem não usa apartamento funcional tem direito ao benefício. Atualmente, 319 deputados ocupam os apartamentos localizados na Asa Sul e na Asa Norte.

    (4) Saúde. Os deputados só são ressarcidos em serviços médicos que não puderem ser prestados no Departamento Médico (Demed) da Câmara, em Brasília.

    Congresso em Foco

  • Deu no D.O

    • A coluna Deu no D.O. está no ar com os generosos contratos dos nossos divinos gestores públicos. Dos caixões (R$ 214 mil) de Itapecuru-Mirim ao material de limpeza de Coroatá (R$ 2 milhões), ainda figuram Viana, Matões, Porto Rico e São José de Ribamar. 
  • Fale com o Garrone

    (98) 99116-8479 raimundogarrone@uol.com.br
  • Rádio Timbira

    Rádio Timbira Ao Vivo