O mimetismo de ocasião e o transtorno de personalidade narcisista de Roberto Rocha

Roberto Rocha: mimetismo político e narcisismo

Roberto Rocha: mimetismo político e narcisismo explicam sua falta de fidelidade

Somente o senador Roberto Rocha (PSB) acredita no senador Roberto Rocha, tal o mimetismo político que o desfigura e o faz mudar de cor de acordo com seus objetivos pessoais, sem que reste qualquer resquício do que um dia ele foi antes de pular de galho.

A ocasião faz o aliado!

E ele a este se aparenta, enquanto dure sua serventia!

Foi assim durante o período anterior às convenções partidárias que definiram as chapas que vão disputar as eleições municipais de 2016, onde impediu a candidatura própria do seu partido para negociar alianças com outros candidatos com a condição de indicar o seu filho, o vereador Roberto Rocha Júnior, como vice.

Primeiro foi com Eliziane Gama (PPS), que optou pelo PSDB; depois com o próprio prefeito Edivaldo Holanda (PDT), que também recusou, para acabar formando chapa com Wellington do Curso (PP).

roberto rocha wellingtonA recusa de Edivaldo foi o suficiente para transformá-lo em alvo de seus ataques, como fizera na noite da última quinta-feira através das redes sociais, dizendo que São Luís quer um prefeito com atitude para comandar, “e não fazer da prefeitura um “puxadinho”do Palácio dos Leões”.

Além do cinismo da crítica motivada por interesses contrariados, Rocha ao também atingir o governador Flávio Dino acaba demonstrando que é contra a parceria entre o governo do Estado e a prefeitura de São Luís, que permitiu várias obras na capital.

Pior é esquecer que foi graças a eleição de vice-prefeito em 2012, na chapa com Edivaldo, que tornou possível sua vitória para o Senado como candidato do grupo e o apoio decisivo de Flávio Dino, embora diga que foi eleito por méritos eleitorais próprios.

Segundo a psiquiatria, esse sentimento de superioridade, fantasias sobre sua capacidade e talento, arrogância, e exagerada centralização em si mesmo, são alguns dos sintomas do transtorno de personalidade narcisista, que pelo visto acomete o nobre senador e explica porque nele não se pode confiar.

Em Brasília, por exemplo, Roberto criou uma força tarefa com os senadores João Alberto e Edson Lobão, ambos do PMDB, para enfraquecer o projeto de reeleição de Flávio Dino, com quem pretende disputar o Palácio dos Leões em 2018.

E passou, ao lado da dupla sarneysista, a defender candidatos contrários aos apoiados pelo PC do B, partido do governador, nos principais colégios eleitorais do Maranhão.

O trio aproveitou a votação do impeachment no Senado para negociar o voto com a presidente Dilma Rousseff em troca da intervenção do PT para impedir a aliança com os comunistas em Timon, Codó, Pinheiro, São Luís, Balsas e Chapadinha; ao mesmo tempo que teve uma audiência com o presidente interino Michel Temer (PMDB).

Resta saber quem deu o lance mais alto!

Candidatura de Ildon Marques deve ser indeferida pela Justiça Eleitoral

Ildon Marques: ficha suja no TCE, TCU e condenado por improbidade administrativa.

Ildon Marques: ficha suja no TCE, TCU e condenado por improbidade administrativa.

O ex-prefeito de Imperatriz, Ildon Marques (PSB), já admite a possibilidade de ter sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral. Três vezes impugnado na Justiça Eleitoral, o socialista figura nas listas de “fichas sujas” do Tribunal de Contas da União e Tribunal de Contas do Estado.

Apesar do Tribunal Superior Eleitoral ter decido que apenas as Câmaras de Vereadores têm prerrogativa para julgar as contas dos prefeitos, pesam contra Ildon duas condenações por improbidade administrativa devido irregularidades cometidas durante a sua passagem pela Prefeitura de Imperatriz. A justiça ainda investiga as suspeitas de fraude na convenção que oficializou a candidatura dele à prefeito.

Na semana passada, o Ministério Público Eleitoral recomendou o indeferimento do registro da candidatura de Ildon Marques, argumentando que ele não atende às condições de elegibilidade exigidas pela legislação eleitoral. O candidato peemedebista à prefeitura, Assis Ramos, e o jornalista Josué Moura também impugnaram o empresário baseados na Lei da Ficha Limpa, que prevê a inelegibilidade de candidatos com contas rejeitadas e condenações em segunda instância por crimes de improbidade administrativa.

Diante do impasse, Marques já avisou a aliados que não tem interesse em “dar murro em ponta de faca”, caso não seja confirmado na disputa. “É perder tempo e dinheiro. Se não der certo, me dou por satisfeito com o resto da minha suplência na Câmara Federal”, confidenciou o ex-prefeito a um aliado em Brasília.

O prazo final para julgamento das candidaturas é 12 de setembro, incluindo recursos nas duas instâncias, tanto no TRE quanto no TSE. Nas próximas horas, no entanto é aguardado que a justiça se posicione sobre o futuro político de Ildon Marques.

Aumento de homicídios foi 5 vezes mais do que a média no Brasil durante governo Roseana

mapa-da-violencia-bruno-030412-humor-politicoO Maranhão viveu um verdadeiro pandemônio na segurança durante a última gestão da ex-governadora Roseana Sarney. Entre os anos de 2009 e 2014, o estado teve aumento de 560% no número de homicídios comparado a média do Brasil no mesmo período. É o que aponta o relatório do Mapa da Violência 2014, divulgado nesta quarta-feira (24).

De acordo com os números, o Maranhão passou de 785 homicídios em 2009 para 1.658 em 2014, dados que apontam um crescimento de 99% no número de ocorrências por armas de fogo. No Brasil, o aumento foi de 15% (36.624 homicídios em 2009 e 42.291 em 2014). Comparando a situação do estado e do país, o Maranhão apresenta dados alarmantes, com crescimento de 560% a mais no número de homicídios em relação a média brasileira.

O descaso da gestão da ex-governadora com a segurança colocou o Maranhão com a segunda maior variação das taxas de homicídios por arma de fogo do país, segundo o Mapa da Violência. Entre os anos de 2004 e 2014, o estado ficou atrás apenas do Rio Grande do Norte, entre as 27 Unidades Federativas do Brasil.

Os números apresentados são reflexos da negligência com que a ex-governadora administrou o Estado nos últimos anos. Com a pior média de policial por habitante, falta de investimento em armas e viaturas e desvalorização das forças policiais, a última gestão de Roseana foi desastrosa na área da segurança.

Othelino defende prefeito de Barra do Corda das “mágoas” dos Teles

O deputado Othelino Neto estabelece a verdade sobre Barra do Corda

O deputado Othelino Neto estabelece a verdade sobre Barra do Corda

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) rebateu, na sessão desta quarta-feira (24), críticas feitas pela oposição ao prefeito de Barra do Corda, Eric Costa (PCdoB), na tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão. Segundo ele, o parlamentar Rigo Teles (PV), autor de várias acusações, demonstrou, no seu discurso, ter apenas muitas mágoas de ordem político-eleitoral.

“V. Ex.ª falou aqui de ineficiência de uma gestão que, como barracordense, como morador de Barra do Corda, deveria saber, mais do que todos nós aqui, que não condiz com a realidade. E começo citando um dado que demonstra bem que V.Exª está de má vontade política com o prefeito Eric Costa, que é seu adversário local. Trata-se da aprovação do prefeito”, comentou Othelino.

O deputado lembrou que, em todas as pesquisas que são feitas naquela cidade, o prefeito tem avaliação positiva bastante elevada, sempre na casa de 70%, e quando está no pior momento, 65% de aprovação. Segundo ele, além disso, a população reconhece os avanços que foram possibilitados na gestão do prefeito Eric Costa.

“Então a má vontade do deputado Rigo faz com que ele não perceba isso. E os avanços da gestão do prefeito Eric Costa não são apenas na construção de escolas, mas a população reconhece as melhorias que existem e os esforços do prefeito da equipe da administração municipal para resolver os problemas”, afirmou o deputado.

Othelino reafirmou, na tribuna, que foram construídas sete escolas na gestão de Eric Costa, dado contestado por Rigo Teles. “Então talvez, precise que o deputado vá mais, ande mais lá para ver as escolas que foram construídas pelo prefeito Eric Costa”, alfinetou.

Obras importantes

O deputado destacou ainda que a administração Eric Costa tem conseguido levar obras importantíssimas para Barra do Corda. Ele lembrou que o maior problema da cidade é o abastecimento de água que agora começa a ser resolvido numa ação conjunta da Prefeitura com o governo do Estado por determinação do governador Flávio Dino (PCdoB).

Othelino citou também o hospital, que será construído, inclusive com ajuda de uma emenda de sua autoria, em uma parceria também entre Prefeitura e Governo. Trata-se de uma reivindicação antiga da população.

Segundo o deputado, o hospital vai resolver o problema de milhares de barracordenses. “V. Ex.ª, simplesmente, por má vontade eleitoral, por perceber a derrota que se avizinha, vem para esta tribuna criticar. Tudo bem que é um direito seu, mas também há um direito dos outros deputados, daqueles que conhecem a realidade de lá e que estão vendo a elevada aprovação doprefeito Eric Costa. Nós também temos o mesmo direito de vir aqui rebater a sua fala, de mostrar a verdade do que está acontecendo naquela cidade”, comentou.

Othelino disse que a verdade se traduz em números com a elevada aprovação, a parceria vitoriosa do prefeito Eric Costa com o governador Flávio Dino. “Mas a verdade, deputado Rigo, é que V. Ex.ª está com dor de cotovelo e por isso está falando mal e levantando aqui suspeitas inaceitáveis quanto a funcionários do governo lá de Barra do Corda”, afirmou.

No final do pronunciamento, o deputado ratificou a parceria administrativa e política com o prefeito Eric Costa que está dando certo e beneficiando o povo de Barra do Corda. “Aqueles que gostam daquela cidade devem sim, em vez de falar mal, reconhecer os avanços que têm sido possíveis pela ação da Prefeitura em conjunto com o governo Flávio Dino”, frisou.

Léo Coutinho recebe o carinho e a confiança dos moradores da Cohab

Cerca de seis mil pessoas acompanhou o prefeito Léo Coutinho pelas ruas da Cohab

Cerca de seis mil pessoas acompanhou o prefeito Léo Coutinho pelas ruas da Cohab

A grande caminhada do 40 na Cohab, realizada nesta terça-feira (23), foi marcada por muita animação e mostrou mais uma vez a força da militância, levando cerca de 6 mil pessoas para as ruas do bairro.

A multidão acompanhou o prefeito e candidato à reeleição pelo PSB, Léo Coutinho, o seu vice, Júnior Martins, e os candidatos ao legislativo municipal. E novamente a população recebeu de braços abertos a caravana do 40, abrindo suas portas, cumprimentando, conversando e tirando fotos com os candidatos.

Léo Coutinho, agradecido pelo carinho de toda militância, mostrou-se satisfeito pelas pessoas compreenderem a mensagem da campanha. “O povo da Cohab deu a demonstração que ninguém quer mais voltar para o passado dos salários atrasados, de carregar água na cabeça. Queremos mais mudança e mais trabalho”.

Moradora do bairro recebe o prefeito e o parabeniza pelo trabalho bem feito por  Caxias

Moradora do bairro recebe o prefeito e o parabeniza pelo trabalho bem feito por Caxias

A mudança continua

O empresário Wilker Vieira afirmou ter visto mudanças positivas para a cidade na gestão de Léo Coutinho. “A cidade tem muito que melhorar, mas reconheço que o prefeito fez muito mesmo diante às dificuldades dos primeiros anos de seu mandato, e por isso que vou dar meu voto de confiança pra ele”.

“Uma caminhada muito boa, as pessoas saindo às portas, fazendo com que nós nos sintamos realmente revigorados e encaremos essa campanha com garra. Isso é uma resposta do trabalho, do compromisso e do respeito que nós temos com a população. Vamos continuar, porque sabemos que estamos no caminho certo”, avaliou Júnior Martins.

Laisa Pereira, ao lado de seu filho, o pequeno Antony Arimateia, é uma das que não resistiu e parou para tirar uma foto com Léo Coutinho. “Léo é um ótimo prefeito, está fazendo muito por nós e merece mais uma vez trabalhar por Caxias”.

MP pede o afastamento do prefeito de Itapecuru por fraude em licitação

O prefeito Magno Amorim acumula denúncias do Ministério Público

O prefeito Magno Amorim acumula denúncias do Ministério Público

Após verificar irregularidades em licitação de show comemorativo de aniversário do município de Itapecuru-Mirim, o Ministério Público do Maranhão propôs, em 19 de agosto, Ação Civil Pública por atos de improbidade administrativa contra o prefeito Magno Rogério Siqueira Amorim; o secretário municipal de Cultura e Turismo, João Ricardo Ribeiro, e o pregoeiro da Comissão de Licitação, Ricardo Barros Pereira. A ACP também tem como alvos a empresa JRC Produções e o seu sócio-proprietário Jaime da Rocha da Costa.

Como medida liminar, a promotora de justiça Flávia Valéria Nava Silva, autora da ação, solicitou o afastamento de Magno Amorim do cargo. Também foi requerido à Justiça que determine o bloqueio dos bens de todos os envolvidos.

FRAUDES

O MPMA constatou que a licitação do show comemorativo de aniversário da cidade, ocorrido em 21 de julho de 2016, com custo total de R$ 121.865,00, apresentou diversas irregularidades.

A sessão pública para o recebimento das propostas para a licitação ocorreu em 20 de julho de 2016, enquanto a prestação dos serviços – o show objeto da contratação com a cantora Márcia Fellipe – foi realizado logo no dia seguinte, em 21 de julho.

Para a promotora de justiça, não houve tempo hábil para a organização da apresentação. “A única licitante a comparecer na sessão pública foi contratada em um dia pelo prefeito e, no dia seguinte, já teve tempo para organizar e trazer o show?”, questionou, na ação, Flávia Nava.

Igualmente foi verificado que, na página da cantora no Facebook, o show em Itapecuru-Mirim já era anunciado desde o dia 21 de junho, ou seja, exatamente um mês antes. “Sem muito esforço de raciocínio, conclui-se que o pregão presencial n° 058/2016 ocorreu de forma ilegal, criminosa e fraudulenta”, afirmou a representante do MPMA.

Outras irregularidades atestadas no procedimento licitatório foram: insuficiência de pesquisas de preços, ausência de comprovação da existência de recursos orçamentários, publicidade insuficiente, além da inexistência de inúmeros documentos exigidos pela legislação.

PEDIDOS

Também foi solicitada à Justiça a condenação de Magno Rogério Siqueira Amorim à perda do mandato de prefeito e que todos os envolvidos sejam condenados à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, ao ressarcimento integral do dano causado ao erário municipal (R$ 121.865,00), mais os acréscimos legais incidentes no caso; à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, pelo prazo de cinco anos, e, no caso específico do prefeito, do secretário municipal e do pregoeiro, ao pagamento de multa civil no valor de 100 vezes o valor da remuneração recebida em agosto de 2016.

A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Itapecuru-Mirim requereu, ainda, que a empresa JRC Produções (Jaime R. Da Costa – ME) seja condenada ao ressarcimento integral do dano, mais os acréscimos legais incidentes no caso; à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, pelo prazo de cinco anos, e ao pagamento de multa civil no valor de 100 vezes a quantia adquirida irregularmente como pagamento dos serviços realizados ao município.

O município de Itapecuru-Mirim fica localizado a 118km de São Luís.

Juiz vê indícios de improbidade administrativa no gabinete móvel de Wellington

O gabinete móvel que pode complicar ainda mais a vida do deputado Wellington do Curso

O gabinete móvel que pode complicar ainda mais a vida do deputado Wellington do Curso

O Juiz eleitoral Manoel Matos de Araujo Chaves ao condenar o candidato Wellington do Curso (PP) por propaganda eleitoral antecipada no caso do Gabinete Móvel, também revelou a possível utilização de recursos da Assembleia Legislativa para fazer campanha política. 

Em sua decisão, Manoel Matos diz que estabelecia uma multa (R$ 20 mil) superior ao mínimo legal por considerar, dentre outros agravantes,  que Wellington utilizou o seu mandato eletivo de deputado estadual para promoção pessoal, violando regras constitucionais sobre publicidade oficial e da Lei Eleitoral que proíbem o uso de materiais ou serviços “custeados pelos Governos ou Casas Legislativas”.

wellington decisãoO Gabinete Móvel, inaugurado dia 24 de maio passado, não passa de uma van plotada com uma grande imagem do deputado para circular a cidade e atender as solicitações feitas através do número (98)-99911-0011, divulgado à época.

– O nosso gabinete, na Assembleia, está sempre de portas abertas, mas eu e minha equipe percebemos que é preciso fazer mais… é preciso ouvir quem também sequer consegue chegar à Assembleia – explicou Wellington sobre o seu projeto.

Se a Justiça Eleitoral considerou que o deputado fazia propaganda antecipada com o uso do tal gabinete, e este é parte de uma atividade parlamentar e por ela financiada, o Ministério Público não precisar andar sob quatro rodas para alcançar Wellington do Curso e acusá-lo por improbidade administrativa.

A Constituição Federal em seu artigo 37, parágrafo 1º, estabelece que “a publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos”.

Só não pega se não quiser!

Edivaldo é recebido com entusiasmo em caminhada na Vila Riod

Caminhada-de-Edivaldo-na-Vila-Riod-22-2-768x512Disposto a se reeleger e avançar nas ações realizadas em São Luís, o prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) inicia a semana participando de mais uma caminhada “Todos com Edivaldo”. Agora foi a vez dos moradores e lideranças comunitárias da Vila Riod que, na tarde desta segunda-feira (22), no encontro com o candidato à reeleição, demostraram gratidão pela gestão que Edivaldo vem realizando na cidade.

Caminhada de Edivaldo na Vila Riod (294)De acordo com Edivaldo, as caminhadas são momentos muitos importantes, porque se trata de um encontro com o morador, eleitor – uma espécie de prestação de contas. Nelas, o atual prefeito de São Luís escuta, discute sobre as ações e programas que podem se feitos no bairro.

Caminhada-de-Edivaldo-na-Vila-Riod-294-400x267“Na nossa gestão temos o programa “Todos por São Luís”, no qual reunimos os moradores na ‘Mesa de Diálogo’. As caminhadas representam momentos de celebração, reconhecimento e de firmar novos compromissos. Temos várias ações aqui na Vila Riod. Aqui, sempre sou recebido com carinho”, disse Edivaldo.

Como tem ocorrido nas caminhadas já realizadas, os moradoresCaminhada de Edivaldo na Vila Riod (22) (2) saem de suas residências e vão ao encontro de Edivaldo. Um breve bate-papo se estabelece e logo em seguida vem o abraço, seguido de um carinhoso beijo. Sem falar dos pedidos de fotos com o candidato.

“Edivaldo é carismático, honesto, um político que gosta de ouvir a população. Único prefeito que vai aos bairros e olhou para a Vila Riod. Tem que governar São Luís de novo! ”, disse a moradora Maria Edileuza, 58 anos.

Caminhada-de-Edivaldo-na-Vila-Riod-177-1-768x512No bairro da Vila Riod, a atual gestão da Prefeitura de São Luís realiza obras de urbanização que envolvem 33 ruas, sendo 28 ruas asfaltadas e cinco ruas com pavimentação do tipo bloquete. O pacote de serviços inclui também a drenagem superficial, com meio fio e sarjeta, e a construção e recuperação de drenagem profunda – galerias e bocas de lobo. Os serviços se estendem também pela Santa Clara e Janaína.